domingo, 31 de agosto de 2008

Introdução à Psicologia da Vida Adulta

Erik Erikson explica as fases da vida adulta , ele trabalhou em Harvard desde 1933, com as disciplinas de Psiquiatria e Desenvolvimento Humano.
Erikson, aponta dois pressupostos básicos para o desenvolvimento humano.
1) O desenvolvimento da personalidade humana acontece em etapas pré-determinadas em que o raio social se torna cada vez mais amplo;
2) A sociedade na qual o indivíduo está inserido se incumbe de desenvolver a sucessão de potencialidades.

Erikson aponta as fases da vida adulta e as classifica como:
A Crise da Identidade do Adolescente
Fase: Identidade X Confusão de Papéis

Conflitos da Fase Média da Vida
6ª Fase: Intimidade X Isolamento

Idade Adulta
7ª Fase: Generatividade X Absorção em Si Mesmo

Velhice
8ª Fase: Integridade do Ego X Desesperança

Eu aponto o que consigo identificar em cada fase através de minha própria experiência e observação das pessoas do meu entorno social: meus pais, filho, esposo, adolescentes com os quais trabalho, sogra, tios, avós.


5ª Fase
Identidade X Confusão de Papéis
Nesta fase o adolescente tem preferência por estar com os amigos, anda em grupo, usa da agressividade para mostrar segurança sobre o que pensa, mostrar sua identidade.Tem sempre o que reclamar de sua aparência, sente-se feio. São mudanças fisiológicas que também o incomodam.Acredita que possui seu lugar e valor dentro da sua família, mas briga muito e questiona as opiniões dos pais e argumenta sempre querendo ter razão para tais atitudes. Tem dificuldade em aplicar os seus conhecimentos referentes aos direitos e aos deveres. Usa seus argumentos para convencer a todos com postura aparentando ter muita experiência.Nesta fase o humor é muito diversificado, em alguns momentos se mostra reflexivo em outros se apresenta falante, comunicativo, passa de momentos de raiva, agressividade para a docilidade e alegria com muita rapidez.É uma fase que o jovem acredita piamente nos amigos, nos próprios planos, nas pessoas que se aproximam e faz defesas para em um próximo momento decepcionar-se. Muito do que fala e defende entra em contradição com suas ações.Amorosamente usam a expressão “ficar”, namoram sem compromisso.
6ª Fase
Intimidade X Isolamento
O jovem adulto começa a procurar um lugar no mundo, tem iniciativa própria e se mostra mais ponderado ao manifestar aquilo que pensa. Aceita as opiniões alheias entendendo que não há só a sua verdade. Manifesta clareza dos seus direitos e deveres como cidadão que participa. Tem clareza de suas escolhas, é auto suficiente e já consegue traçar metas de acordo com a realidade que vive ou metas que traça para conquistas longo prazo.Pensa em ter ou não uma família, ter filhos, pensa em ter um relacionamento amoroso mais sólido.Passa a afastar-se dos grupos, faz trocas de experiências com outros indivíduos. Passa a ter uma vida social diversificada, reserva tempo para jogos, lazer, trabalho, família. Consegue interagir em diversos grupos sociais.
7ª Fase
Generatividade X Absorção em Si Mesmo
O adulto nesta fase da vida, procura buscar aquilo que não fez por motivo dos filhos serem muito pequenos, falta de tempo, dinheiro. Vai a busca do que ainda não fez, estuda fazendo um curso de graduação, ou assume algum cargo como de síndico, trabalha de voluntário em associações de bairro. Procura ser atuante em um grupo religioso, grupo de amigos, assume outros compromissos que até então não fez. Faz renovações cursos de autoconhecimento, auto-ajuda. Como já está estável financeiramente muitas vezes busca fora outra formação, outra profissão, com isto passa a ter novos desafios e sai da rotina que no momento estava sendo de monotonia.
Nesta fase de estabilidade e autoconfiança se preocupa em ajudar na educação dos netos e de pessoas de suas relações de amizade ou até mesmo indivíduos estranhos.
8ª Fase
Integridade do Ego X Desesperança
Neste momento as pessoas passam por um momento de avaliação da sua existência, pois passam por perdas de pessoas amigas, outros de sua própria família, cônjuges, irmão. Então passam a ficar depressiva, sem vontade de viver, com sentimento de que nada vale a pena mais fazer por si, pois vai morrer mesmo. O que na verdade não acontece, dão um giro e mudam radicalmente, partem para novas conquistas, participam de grupos de 3ª idade, viajam, retomam projetos. Passam a ter cuidados com a aparência, são ousadas, estão de bem com a vida e com o mudo. Passam a usufruir tudo que conseguiram adquirir ao logo da vida com equilíbrio e autonomia.
Fontes Bibliográficas:
As Oito Idades Do Homem, segundo Erik Erikson
Profa. Dra. Tania Beatriz Iwaszko Marques
Profa. Dra. Luciane Magalhães Corte Real
Profa. Jaqueline dos Santos Picetti

Um comentário: